O Parque Nacional da Serra da Canastra

O Parna Serra da Canastra foi criado em 1972 com o principal objetivo de proteger as nascentes do Rio São Francisco:

- tem área de 71.525 hectares e 173km de perímetro;
- abrange os municípios de Sao Roque de Minas, Sacramento e Delfinópolis;
- está aberto diariamente de 08h às 18h, é cobrada taxa de visitação;
- é divisor de águas das bacias do Paraná e São Francisco;
- a vegetação é composta de campos de altitude, matas ciliares, cerrado e acima de 1200m, arnicas, canelas de ema e outras vegetações rupestres;
- a fauna conta com tamanduás bandeiras, lobos guarás, veados campeiros, gaviões caracarás, patos mergulhões e outros animais silvestres, muitos ameaçados de extinção;

Nascente do rio São Francisco

a 12km de São Roque de Minas, na estrada que corta o parque. Uma trilha calçada com pedras leva até a imagem de São Francisco. Duas trilhas partem perpendicularmente da imagem conduzindo até os dois córregos que formam a nascente do São Francisco. A placa com a indicação da nascente ficava próxima ao capão de mato na frente da nascente mas a visitação intensa obrigou ao IBAMA a movê-la para a beirada da estrada (todos desciam até a borda da mata para tirar fotos).

Cachoeira da Casca d´Anta

O cartão postal da Serra da Canastra, pode ser acessada por duas estradas. Por cima: pela portaria 1, a 37km de São Roque de Minas, seguindo pela estrada principal e entrando à esquerda na bifurcação a 28km. Dispõe de quiosque de palha para descanso e banheiros. Os melhores poços para banho da região e a primeira queda da Casca d'Anta. Depois da primeira queda existe um grande poço e o rio segue por uma garganta (LOCAL PERIGOSO) para depois despencar 188m na queda principal. Por baixo: a 40km de São Roque de Minas, deve-se seguir pela estrada de acesso a Vargem Bonita, atravessar a cidade, seguir em direção a São José do Barreiro (fica a esquerda da estrada) e entrar na bifurcação, ao lado do restaurante do Zé de Lima (tem camping e serve refeições preparados em fogão a lenha). Em dias de grande movimento o carro ficará na portaria. São 2km por estrada de terra e por uma trilha sombreada até o poço da queda principal. Trilha: pode-se optar por visitar as duas partes em um só dia, existe uma trilha de 5km (e não de 3km como indicado nas placas do parque) que começa no quiosque onde tem início a trilha para o poço da parte baixa. A trilha é bem marcada.

Cachoeira do Rasga Canga e parte alta da cachoeira do Rolinho

a 35km de São Roque de Minas. Dentro da área do parque, usa a mesma estrada de acesso aos poços do Rolinho. Partindo da Portaria 1, basta seguir a estrada principal, após 26,5km deve-se entrar à direita e seguir mais 8,5km. Esta estrada tem duas bifurcações, nas duas basta manter sempre a direita. Do alto da cachoeira do Rasga Canga, é possível ver os poços do Rolinho, descendo pelas pedras do lado direito tem-se acesso ao poço da cachoeira e ao início da trilha que leva ao Rolinho. Local onde é encontrado o Pato Mergulhão, evite fazer barulho.

Pousada Barcelos ltda - Avenida Vicente Picardi 189 - São Roque de Minas - Minas Gerais - CEP 37928-000 - 37 3433-1216 / 8855-1377 - pousada@barcelos.tur.br